Home / Quem Somos

Quem Somos

A Agrovitivinícola Vallagarina Ltda. é um projeto feito unindo a tecnologia alcançada pelas pesquisas e esforço de seus técnicos e pesquisadores. É financiado pela PAT – Província Autônoma de Trento, através da Associazione Trentini nel Mondo, pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul através de um convênio que envolve seus órgãos e instituições.

Dentre esses órgãos temos o DPV – Departamento de Produção Vegetal da Secretaria da Agricultura e Abastecimento,  FUNDOVITIS – Fundo de Desenvolvimento da Vinicultura do Estado do Rio Grande do Sul, IBRAVIN – Instituto Brasileiro do Vinho e a Agência de Fomento do Estado do Rio Grande do Sul.

Além disso, o projeto conta com a parceria da Prefeitura Municipal de Sant’Ana do Livramento e o apoio dos Circolos Trentidos do Rio Grande do Sul, APROVALE – Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos, Vale Trentino, Comissão Estadual da Uva e Sindicatos dos Trabalhadores Rurais de Bento Gonçalves, Garibaldi e Flores da Cunha.

A instalação foi iniciada em 2002.

No Trentino, o vale Vallagarina assume esse nome a partir do Vale do Àdgie (Rio Àdige), do desfiladeiro dos Murazzi (na cidade de Calliano) até a represa de Borghetto (na cidade de Ávio).

Das uvas produzidas no Vallagarina, a maior produção é da varietal Marzemino, cujos vinhos DOC são apreciados no mundo inteiro e enaltecidos por Mozart na Ópera Don Giovanni.

Foi deste Vale que vieram a maioria dos imigrantes Trentinos que se radicaram em Bento Gonçalves – RS, na Linha Leopoldina, onde hoje se situa o Vale dos Vinhedos.

Foi também em homenagem a estes imigrantes e a este Vale que foi dado ao Viveiro o nome de Agrovitivinícola VALLAGARINA Ltda.

Os componentes dos Circolos Trentinos, são na sua maioria, filhos de vinicultores e foi aí que o Viveiro começou a ser pensado, ainda no segundo semestre de 1998.

A partir dos reclames dos vinicultores de que não haviam mudas sadias e certificadas no País, e que as importadas são caras e acessíveis somente para alguns afortunados, o Círcolo Trentino di Porto Alegre organizou e coordenou a intermediação entre a PAT-Província Autônoma de Trento e os demais Circolos do Rio Grande do Sul, para que esta, dentro de seu programa de ajuda aos Trentinos emigrados nos apoiasse e financiasse.

Já em maio de 1999, uma delegação de vinicultores, sempre coordenados pelo Círcolo Trentino de Porto Alegre, esteve visitando a Província e obteve no dia 22 daquele mês o aval do Governo Provincial para que se iniciasse o Projeto.

De volta ao Brasil, já no mês de Julho daquele ano foram realizadas as primeiras reuniões que culminou com o início das atividades em julho de 2002.